BeRuby

Embaixadores

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Munich (2005)


Só agora vi este filme, que a meu ver é obrigatório para qualquer cinéfilo. Baseado em factos verdadeiros (para mim, estes filmes são sempre os melhores), Munich tem momentos que são mesmo retratos reais do que aconteceu, como notícias e imagens dos israelitos assassinados. Com vários actores conhecidos, como Eric Bana (Avner, papel principal), Daniel Craig, Alfred Molina, Geoffrey Rush e Ciaran Hinds. Dirigido por Spielberg. Nomeado para cinco oscares, incluindo Melhor Realizador, Melhor Filme e Melhor Argumento.

A história centra-se na vingança israelita sobre os assassinos do Black Setember (grupo terrorista palestiniano que protagonizou o atentato nos Jogos Olimpicos de Berlim em 1972). Numa investida secreta, as altas patentes israelitas incumbem um grupo de cinco pessoas, liderado por Bana, para matar os onze assassinos.

A história desenvolve-se a partir destas premissas. Não é um filme de guerra, não é um filme para tomarmos partidos, é sim para acompanharmos a evolução psicológica das personagens, os seus medos, a vontade de não seguir as indicações que tinham, para perceber como tudo isto funcionava e ainda agora aposto que funciona.. Há também a tradicional relação amorosa, entre Avner e a sua mulher grávida.

Muito bom, eu gostei de ver.

2 comentários:

ArmPauloFer disse...

Reconheço no filme todo o mérito de Spielberg e das interpretações sentidas... mas não sei porquê o filme nunca me cativou plenamente. Não o acho mau (muito longe disso) mas... olha Ricardo, devo ser eu com gostos estragados.
Bom texto e bela capacidade de sintese perante tanta coisa a passar-se num filme como este.

FilmPuff disse...

O filme é muito bom mas não o conseguiria ver de novo. Fiquei deprimida. Se por um lado quer dizer que o filme é poderoso a ponto de provocar essas reacções por outro, não quer ver filmes para ficar deprimida!