BeRuby

Embaixadores

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Super 8 (2011), por Ricardo


Cofesso que estava à espera de mais deste filme. Aumentam as expectativas das pessoas a um nível que depois não conseguem satisfazê-las. Não é que não tenha gostado, mas...
Super 8 tem que ser visto como um conjunto de ideias que já anteriormente apareceram no cinema, em filmes dos dois homens fortes do projecto, Spielberg e JJ Abrams. Só assim é que se pode desculpar os clichés todos que enchem o filme.
Mas o mérito está em fazer disto tudo um bom filme. Misturaram referências a coisas passadas, personagens já exploradas, falas que já tinhamos ouvido e cenas semelhantes e mesmo assim saímos do cinema satisfeitos pelo o que vimos. Mas não passa de um filme para entreter, quando se pensava que ia sair algo muito mais interessante.
Atenção para o estreante Joel Courtney que esteve muito bem.

2 comentários:

Jota Queiroz disse...

Já escrevi a crítica deste no meu blog. Concordo plenamente com o que tu dizes, esperava ligeiramente melhor.
Destaco Elle Fanning,está fantástica!

Cumprimentos

disse...

Olá! Adorei seu blog, muito criativo! Também tenho um blog e gostaria que vc desse uma olhada. O endereço é: http://www.criticaretro.blogspot.com/ Passe por lá! Lê ^_^