BeRuby

Embaixadores

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Lord of the Rings (2001/2002/2003)


Vou abordar Lord of the Rings como apenas um filme de nove horas. Não é por acaso que foi tudo gravado junto e de uma só vez.A história escrita por Tolkien e passado para o cinema por Peter Jackson traduziu-se num filme épico e memorável.Devo admitir que só agora vi a trilogia. Sabia que existia mas nunca tinha prestado muita atenção a este "conto de fantasia". Até que um dia fui ver a lista da IMDB dos melhores filmes e lá estavam os três no top 30, com o último a estar no top 10. Via listas e referências de vários bloggers aos melhores filmes que já tinham visto e lá estava a trilogia. Lia sobre os recordes de bilheteira e lá estava a dita. Havia aqui alguém enganado. Ou as pessoas todas ou eu. Decidi ver. Vi todos seguidos. Agora percebo as pessoas.Não é que tenha ficado apaixonado pela Terra Média, apenas tenho a dizer que percebo o porquê do entusiasmo. Aquela mitologia toda, um dialecto imaginário, povos tão diferentes, cenários deslumbrantes, bons actores, batalhas épicas, cidades colossais. Mas não dou mais que um oito, porque achei fantasia a mais em alguns pontos. E o próprio Mr. Frodo me parece muito fraquinho para a responsabilidade que tinha ao peito. Não fosse Sam e ele repetidamente se ia abaixo. Vacilou até ao fim.Grandes participações de nomes bastantes conhecidos, (na altura ou só agora) como Viggo Mortensen, Orlando Bloom, Elijah Wood, Ian McKellen. Sean Astin como Sam. Liv Tyler protagonista dos únicos beijs no ecrã (finalmente um filme que não precisa disso para ser alguma coisa). Cate Blanchett. Billy Boyd e Dominic Monaghan como os pequenos Hobbits. Enfim, um mar de gente num filme que rendeu 1400% do investimento inicial. My Precious!!

4 comentários:

Sarah disse...

é simplesmente a melhor saga existente de sempre. Adoro, e nunca me canso de rever. Can't wait for The Hobbit!

Sarah
http://depoisdocinema.blogspot.com

André Sousa disse...

Fellowship of the Ring - 9/10
The Two Towers - 9/10
The Return of the King - 10/10

Abç

FilmPuff disse...

Depois de The Lord of The Rings o cinema nunca foi o mesmo. Depois desta saga, ver cenas de luta são meh... Não há forma de ultrapassar a espectacularidade da Batalha do Abismo do Elmo. Quanto ao personagem Frodo ele é assim mesmo. Já nos livros ele foi assim descrito. A sua hesitação deveu-se ao poder do anel. Outro, teria deixado o anel cair nas mãos de Sauron.

Roberto Simões disse...

O meu filme preferido ;p

Roberto Simões
» CINEROAD «