BeRuby

Embaixadores

sábado, 3 de dezembro de 2011

American Beauty (1999)


american beauty

“My name is Lester Burnham. This is my neighborhood; this is my street; this is my life. I am 42 years old; in less than a year I will be dead. Of course I don't know that yet, and in a way, I am dead already.”

Os Estados Unidos da América são o local mais desejado, por muitos, para viver. Aliás, os E.U.A. já apresentam uma fórmula do american dream que se vende em diversas áreas, incluindo o cinema Hollywood. Tal acontece que esta tão perfeita utopia de vida suburbana com todos os luxos materiais desejados e sua crítica são, de facto, o mote para a criação desta obra.
Sam Mendes, juntamente com o sarcástico e genial argumento de Alan Ball criticam aquilo que nesta utopia aparenta ser e não é. Critica, principalmente, a ilusão da perfeição e normalidade quando é tudo menos isso.
E todas estas críticas são focadas numa particular família onde tudo é o contrário de perfeito. E nessa família com particular interesse na formidável personagem de Kevin Spacey que tenta (e consegue) demonstrar toda a apatia, descrença, desilusão e imperfeição que abunda naquelas ruas dos subúrbios.


3 comentários:

André Sousa disse...

Correção: o filme é de 1999. Obra-prima !

Abç

http://febre7arte.blogspot.com/

Bruno Cunha disse...

André Sousa, obrigado.


Abraço

ArmPauloFer disse...

Este é um filme muito bom sem dúvida. E a personagem de Kevin Spacey é fácil de se identificar quando se chega a pontos semelhantes de vida. Um dia também notaremos que tudo mudou e que já não podemos fazer tudo o que fazíamos...
Grande Sam Mendes!