BeRuby

Embaixadores

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

There will be blood (2007), por Ricardo


Grande filme. Memorável performance de Daniel Day-Lewis (Daniel Plainview).

O Oscar de melhor actor foi uma escolha óbvia no inicio de 2008, para um desempenho fenomenal. Além disso, Robert Elswit arrecadou o de Best Cinematography e o filme foi ainda nomeado para outras seis categorias, incluido melhor filme e melhor realizador.

Além de Day-Lewis, participam, entre outros, Dillion Freisier (o filho adoptado que fica surdo), Ciaran Hindse (braço direito de PlainView) e Paul Dano (que faz tanto de Paul como Ely Sunday). Gostei também bastante deste último, uma personagem muito intensa e real.

A história é uma adaptação de uma história verídica, assim como as personagens são baseadas em pessoas que existiram mesmo. O filme retrata a ascensão de um trabalhador na indústria do petróleo, desde o trabalho mais baixo e sujo até se tornar rico e dono de muitas extracções. Mas assim como vai crescendo em importância, Plainview vai ficando "maluco". É um homem cheio de ódio e com vontade de se vingar de toda a gente que lhe faça e até acaba por rejeitar o filho quando ele decide emancipar-se.

Grandes cenários, grande fotografia, diálogos intensos e cenas inesquecíveis, principalmente a do baptismo de Daniel.

Um filme para rever algumas vezes e nunca ficar desgastado.

3 comentários:

DiogoF. disse...

Para mim, um dos melhores filmes alguma vez feitos.

Bruno Cunha disse...

Grande filme, grande performance de Day-Lewis.

ArmPauloFer disse...

Muito honestamente nunca o vi com atenção e não me senti cativado por ele. Um dia tenho de o ver realmente (tenho-o no disco...) mas com a predisposição certa para o apreciar.
Boa critica e sem exageros superlativos na escrita.